sex. set 25th, 2020

Nerd Fusão

Seu guia de sobrevivência no apocalipse Nerd

CRÍTICA – SONIC: O FILME

2 min read

O filme live-action do Sonic surgiu com uma polêmica: o visual do Ouriço mais famoso do mundo foi duramente criticado pelo público (e realmente estava bizarro, principalmente a boca, que parecia ter uma dentadura). Entretanto, os produtores ouviram a voz do povo e alteraram a imagem do bicho. E não é que funcionou?

“Sonic: o filme” mostra como Sonic veio parar na Terra, e foi morar na cidade de Green Hill, onde ele “vive” com a família de Tom Wachowski, um policial a quem ele chama de Lorde Donut, e sua esposa Maddie, que é veterinária e recebeu o apelido de Lady Praetzel (Sonic vive espionando os dois, que, até agora, não sabem da sua existência). Uma bela noite, Sonic usa seus poderes sem limites, passa do ponto e causa um blecaute gigantesco na região. A Inteligência Americana começa a investigar o acontecido e chama ninguém mais, ninguém menos do que o Robotnik para ajudar. Robotnik acaba descobrindo a existência do Sonic e passa a persegui-lo loucamente, com todos os seus robôs, drones e parnafernálias tecnológicas, enquanto ele foge com Tom e vive altas aventuras.

Eu estava com muito, muito medo desse filme, pois nem todo live-action é convincente. Porém, Sonic segue os passos de Detetive Pikachu e entrega um resultado bastante satisfatório. O parceiro de Sonic, Tom, vivido por James Masrden (Scott Summers de X-Men), é meio clichê, mas até que as interações com o Ouriço azul são divertidas e rendem boas risadas. Mas quem realmente rouba a cena é o Jim Carrey: depois de quatro anos longe das telonas, como é bom vê-lo novamente interpretando um papel cômico. Mesmo sendo um vilão daqueles bem canastrões, o trabalho dele é primoroso, como uma volta aos velhos tempos.

“Sonic: o filme” é um tanto infantil, mas acredito que seu público alvo não seja somente as crianças, pois há muitos adultos que, como eu, jogou videogame com o bichinho. É uma história bonitinha, engraçada, que aguça a memória afetiva dos mais velhos e certamente conquistará os pequenos. Um bom programa para uma tarde de sábado no cinema.

Nota: 8,5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *