ter. set 29th, 2020

Nerd Fusão

Seu guia de sobrevivência no apocalipse Nerd

Netflix fez justiça com nova adaptação de Desventuras em Série

3 min read

Estreou nesta sexta-feira, 13, a nova adaptação do conjunto de livros Desventuras em Série, escrito por Lemony Snicket (heterônomo de Daniel Handler), que conta a história trágica dos filhos da família Baudelaire que perderam seus pais após um misterioso incêndio destruir a mansão onde moravam. Órfãos, a inventiva Violet, o leitor assíduo Klaus e a pequena mordedora Sunny passaram por várias casas de tutores, fugindo do maléfico Conde Olaf, um deposto membro da família que fará de tudo que estiver ao seu alcance para tentar colocar as mãos na fortuna herdada pelas crianças.

A obra de literatura infantil de Snicket, constituída por treze livros, é uma sátira sombria que fala sobre a morte, o abandono e a esperança através de uma linguagem inteligente e afetada ao mesmo tempo, onde o absurdo é serve como um microscópio para revelar o quanto os adultos podem subestimar a capacidade intelectual das crianças.

Treze anos depois de uma versão para o cinema não ser muito bem recebida pelo público por compactar a trama de três livros em um filme de 90 minutos estrelado por Jim Carrey, é a vez de a Netflix transcrever a obra para a TV. A primeira temporada possui oito episódios, nos quais cada livro corresponde a dois episódios, o que é um dos grandes acertos da rede de streaming, pois assim ela permite que a história evolua naturalmente.

Outro marco da nova adaptação é a fidelidade ao seu material de origem, fato possível graças à participação de Daniel Handler como um dos produtores e escritores da série. É algo quase literal. Isso é notável na inclusão de Lemony Snicket (Patrick Warburton) como narrador personagem no show. Snicket serve de facilitador da história, sempre trazendo informações sobre os sentimentos e pensamentos dos personagens, além de acrescentar fatos e explicar conceitos e palavras, uma característica marcante no livro. Patrrick Warburton transmite a sobriedade do personagem, tal como um ser onisciente ao quebrar a quarta parede, advertindo o telespectador que se ele estiver procurando por finais felizes, é melhor procurar outra coisa para assistir no streaming.

Neil Patrick Harris é quem carrega o show com sua interpretação de Conde Olaf. O vilão é egocêntrico, presunçoso, malvado e engenhoso, e o comediante americano consegue realmente traze-lo à vida. Seu estilo cômico, já explorado anteriormente em How I Met Your Mother, atinge um nível extremo ao encarnar o personagem caricato. Conhecido também por suas aptidões musicais, Harris canta o tema de abertura da série que muda com o decorrer da trama, por isso não vale a pena pular a introdução.
A fotografia é exuberante. Ambientada em uma linha temporal anacrônica, a estética dos cenários são icônicos, uma mistura de Tim Burton e Wes Anderson, e transmitem o estilo narrativo. Apesar disso, as cenas possuem uma simetria que pode causa uma sensação de monotonia.
No final, a Netflix conseguiu entregar a adaptação que os fãs queriam ver. Talvez essa seja umas das melhores adaptações de obras literárias já feita.

Desventuras em Serie está disponível no Netflix.

André Pacheco Administrator
Head of Content , Nerd Fusão
Aqui é Nerd Fusão!
follow me

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *