qua. set 30th, 2020

Nerd Fusão

Seu guia de sobrevivência no apocalipse Nerd

RESENHA – FROZEN II

2 min read

Começamos o ano de 2020 voltando à Arendelle, e reencontrando Elsa e Ana, as princesas da Disney que, digamos assim, resgataram essa mitologia com uma nova roupagem: as irmãs são independentes e esbanjam sororidade, conceito muito difundido na atualidade. E devo dizer que eu estava com saudades desta pequena comunidade, e também do Olaf, que, para mim, é o melhor personagem desta turma.

Neste segundo capítulo de Frozen, vemos o amadurecimento dos personagens. Olaf aprendeu a ler e virou um intelectual cheio de assunto. Aliás, ele tem uma vibe “Luís de Homem Formiga” neste filme que está simplesmente sensacional, e a dublagem do Fábio Porchat é uma atração a parte! Elsa governa Arendelle, mas algo a perturba: uma voz, um chamado. Esse chamado leva ao passado, não só da família de Elsa, mas às suas origens, à sua comunidade. E ela segue esse chamado, pois assim manda a sua intuição (vocês já devem ter visto uma propaganda em que ela canta uma música a respeito). Ana segue apoiando sua irmã, mesmo com todo seu jeito estabanado (e engraçado), continua com o querido do Kristoff, seu grande parceiro, e Sven segue fofo.

Frozen II é uma animação que enche os olhos: tudo é bem detalhado, as cores, as texturas, as luzes e os movimentos dos personagens foram feitos com extremo cuidado. A atualização da personalidade das princesas, com certeza, é uma das grandes responsáveis pelo sucesso da primeira história, sucesso que deve se repetir com a segunda, que me parece melhor construída e menos triste. Quanto às canções, lanço uma polêmica: considero que são melhores do que as do primeiro filme, com destaque especial para o número solo do Kristoff, uma mistura de sertanejo, Roupa Nova e Bohemian Rhapsody. Ficou divertido demais.

No final das contas, Frozen II é mais um acerto da Disney, uma continuação de uma história que deu certo, mas não é uma mera sequência: ela traz elementos novos e o desenvolvimento dos arcos de seus personagens principais, demonstrando a sua evolução. Fico feliz de ver que a história foi tratada com todo o carinho e respeito que ela merece, e nós também.

Nota: 10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *